School of Sufi Teaching

Escola de Ensinamento Sufi

Práticas Naqshbandi, Mujaddidi, Chishti, Qadiri e Shadhili

Support the Sufi School
Sufi School is a non-profit charity involved in creating awareness about Sufism and providing authentic Sufi teachings to sincere seekers.

All the teachings are given free of cost and students are not charged for attending our weekly gatherings for teaching, mentoring, discussions and group practices.

Our activities are carried out through voluntary donations. We request you to donate generously to support our work. Any amount of donation to help us to continue this good work will be appreciated and thankfully accepted.

PayPal
Use PayPal to send a donation to the School of Sufi Teaching. You can also add a payment reference.

If you don't have a PayPal account, use
this link to make a donation via credit card.

Amazon Smile
Select the School of Sufi Teaching as your charity on Amazon.

Amazon will donate 0.5% of any purchases you make to us, without any extra cost to you.

Wire transfer
Name: School of Sufi Teaching
Account Number: 11397222
Sort Code: 40-03-16
Bank: HSBC UK
Address: 85 Lewisham High Street, Lewisham, London SE13 6BE
IBAN: GB47HBUK40031611397222
BIC: HBUKGB4140T

Transmissão Espiritual (Tawajjuh)

Muitos estudiosos consideram que os três contatos do Anjo Gabriel (as) durante a primeira revelação ao Profeta (saws) foram uma forma de transmissão. Podemos concluir que o conhecimento de Deus trazido por Gabriel (as) iniciou com a transmissão. O Profeta (saws) estava na caverna de Hira quando Gabriel (as) apareceu e lhe pediu para recitar. Ele disse, “Eu não posso recitar“. Gabriel (as) abraçou o Profeta (saws), e então o apertou e disse “Recite“. O Profeta (saws) respondeu, “Não posso“. Na terceira vez Gabriel (as) agarrou o Profeta (saws) e disse “Recite“. O Profeta (saws) recitou então a mensagem de Deus (Corão 96:1-5): “Lê em nome do teu Senhor que criou. Que criou o ser humano de uma aderência. Lê, que teu Senhor é O mais Generoso. Que ensinou a escrever com o cálamo, ensinou ao ser humano o que ele não sabia”.

Segundo um hadith, um dia o Profeta (saws) segurava a mão de Hazrat ‘Umar (r.a.). ‘Umar disse a ele, “Ó Apóstolo de Alláh! Eu o amo mais que tudo, exceto a mim mesmo”. O Profeta (saws) disse, “Não, através Dele em cujas mãos está minha alma, [você não terá a fé plena] até que me ame mais do que a si próprio”. Hazrat ‘Umar (r.a.) então respondeu, “Mas, agora através de Alláh, eu o amo mais do que a mim mesmo”. O Profeta (saws) disse, “Agora, Ó ‘Umar [agora você é um fiel]. Isso foi, indubitavelmente, o resultado da transmissão.

O incidente a seguir foi narrado por Hazrat Alja bin Ka’b (r.a.). “Quando eu estava na mesquita, um homem entrou e começou a rezar. Ele recitou o Corão Sagrado de uma forma que me pareceu incorreta. Outro homem chegou e recitou o Corão Sagrado de outra maneira diferente. Fui até o Profeta (saws) e contei como essas pessoas haviam recitado o Corão. O Profeta (saws) pediu aos dois homens que recitassem o Corão Sagrado e eles o fizeram. O Profeta (saws) disse então que ambos estavam corretos. Meu coração encheu-se de dúvidas maléficas ainda maiores do que na era da ignorância (jahiliyya). Quando o Profeta (saws) viu meu estado, ele golpeou meu peito com sua mão. Eu comecei a transpirar profusamente e meu estado de susto e respeito era tamanho que senti que estava vendo a Deus”.

Além desses, podemos citar muitos outros incidentes que comprovam os efeitos da transmissão espiritual. Entretanto, a transmissão espiritual e a afinidade espiritual não são, de fato, as fontes reais do efeito. Deus disse [a Mohammed (saws)] – “Por certo, tu Mohammed, não podes guiar a quem quer que ames, mas Alláh guia a quem quer”.(Corão 28:56). A conquista do objetivo final não é possível sem a graça de Deus, porém, com orientação, observância da sunnah, das palavras, ações, companhia e atenção espiritual dos santos, dos sheykhs e seus sucessores não é impossível.

Total
0
Shares
Voltar

Afinidade Espiritual (Nisbat)

Próxima

Onde outros terminam, lá marca o nosso começo

Posts relacionados
Leia mais

As Práticas

O objetivo do Sufismo é o desenvolvimento de certas qualidades nobres, como a purificação do eu, purificação do coração, regras morais, o estado de realizar o que é bonito (ihsan),  proximidade a Deus, gnose (ma’rifat), aniquilação (fana) e subsistência (baqa).…
Leia mais

Centros Sutis de Consciência (Lata’if)

Via de regra, sempre se considerou que o corpo humano contém apenas um centro sutil de consciência: a mente ou o cérebro. Porém os Sufis mais antigos, através de suas experiências espirituais, descobriram outros centros de percepção ou sentidos internos…
Leia mais

Onde outros terminam, lá marca o nosso começo

A técnica Indiraj al-nihayat fi’l-bidayat, que significa “onde outros terminam, lá marca o nosso começo”, é utilizada na ordem Naqshbandi-Mujaddidi para descrever uma sequência típica de práticas espirituais. Introduzida pelo Sheykh Baha’uddin Naqshband (r.a.) no século XIV, foi criada para ajudar a…
Leia mais

Afinidade Espiritual (Nisbat)

A palavra nisbat em árabe significa afinidade ou conexão entre duas pessoas. Na terminologia Sufi, é a afinidade que se desenvolve entre Deus e o ser humano. A essência do Sufismo é que a pessoa deve desenvolver uma qualidade ou virtude até…