Transmissão Espiritual (Tawajjuh)

Muitos estudiosos consideram que os três contatos do Anjo Gabriel (as) durante a primeira revelação ao Profeta (saws) foram uma forma de transmissão. Podemos concluir que o conhecimento de Deus trazido por Gabriel (as) iniciou com a transmissão. O Profeta (saws) estava na caverna de Hira quando Gabriel (as) apareceu e lhe pediu para recitar. Ele disse, “Eu não posso recitar“. Gabriel (as) abraçou o Profeta (saws), e então o apertou e disse “Recite“. O Profeta (saws) respondeu, “Não posso“. Na terceira vez Gabriel (as) agarrou o Profeta (saws) e disse “Recite“. O Profeta (saws) recitou então a mensagem de Deus (Corão 96:1-5): “Lê em nome do teu Senhor que criou. Que criou o ser humano de uma aderência. Lê, que teu Senhor é O mais Generoso. Que ensinou a escrever com o cálamo, ensinou ao ser humano o que ele não sabia”.

Segundo um hadith, um dia o Profeta (saws) segurava a mão de Hazrat ‘Umar (r.a.). ‘Umar disse a ele, “Ó Apóstolo de Alláh! Eu o amo mais que tudo, exceto a mim mesmo”. O Profeta (saws) disse, “Não, através Dele em cujas mãos está minha alma, [você não terá a fé plena] até que me ame mais do que a si próprio”. Hazrat ‘Umar (r.a.) então respondeu, “Mas, agora através de Alláh, eu o amo mais do que a mim mesmo”. O Profeta (saws) disse, “Agora, Ó ‘Umar [agora você é um fiel]. Isso foi, indubitavelmente, o resultado da transmissão.

O incidente a seguir foi narrado por Hazrat Alja bin Ka’b (r.a.). “Quando eu estava na mesquita, um homem entrou e começou a rezar. Ele recitou o Corão Sagrado de uma forma que me pareceu incorreta. Outro homem chegou e recitou o Corão Sagrado de outra maneira diferente. Fui até o Profeta (saws) e contei como essas pessoas haviam recitado o Corão. O Profeta (saws) pediu aos dois homens que recitassem o Corão Sagrado e eles o fizeram. O Profeta (saws) disse então que ambos estavam corretos. Meu coração encheu-se de dúvidas maléficas ainda maiores do que na era da ignorância (jahiliyya). Quando o Profeta (saws) viu meu estado, ele golpeou meu peito com sua mão. Eu comecei a transpirar profusamente e meu estado de susto e respeito era tamanho que senti que estava vendo a Deus”.

Além desses, podemos citar muitos outros incidentes que comprovam os efeitos da transmissão espiritual. Entretanto, a transmissão espiritual e a afinidade espiritual não são, de fato, as fontes reais do efeito. Deus disse [a Mohammed (saws)] – “Por certo, tu Mohammed, não podes guiar a quem quer que ames, mas Alláh guia a quem quer”.(Corão 28:56). A conquista do objetivo final não é possível sem a graça de Deus, porém, com orientação, observância da sunnah, das palavras, ações, companhia e atenção espiritual dos santos, dos sheykhs e seus sucessores não é impossível.

Total
0
Shares
Voltar

Afinidade Espiritual (Nisbat)

Próxima

Onde outros terminam, lá marca o nosso começo

Related Posts
Consulte Mais informação

As Práticas

O objetivo do Sufismo é o desenvolvimento de certas qualidades nobres, como a purificação do eu, purificação do…