Origem

Os orientalistas expressam diversas opiniões acerca da origem do Sufismo; alguns autores acreditam que foi influenciado pela filosofia grega. O Professor R. A. Nicholson, da Universidade de Cambridge, fundamenta essa hipótese citando semelhanças entre os trabalhos dos Sufis e dos filósofos gregos. Outros afirmam que o Sufismo derivou do Vedanta ou Budismo. A nosso ver, todas essas teorias estão equivocadas. Embora alguns princípios desses movimentos sejam similares, as semelhanças não comprovam que um movimento advém do outro.

O Professor Louis Massignon, renomado estudioso do misticismo islâmico, concluiu, após vasto estudo, que o Sufismo se originou no Corão Sagrado e nas tradições do Profeta Mohammed (saws). Não foi transplantado de outras fontes, mas originou-se no Islã.

O estudioso indiano Shah Waliullah (r.a.) (d. 1762) observou que os métodos adotados por diversas Ordens seguiram as inclinações naturais dos indivíduos nas regiões onde estas Ordens surgiram. Os sheykhs talvez tenham extraído alguns aspectos de outras religiões ou sistemas, especialmente quando os costumes eram incontestáveis devido as suas raízes profundas. Devemos, contudo, evitar a interpretação excessiva das similaridades superficiais. Um aspirante sufi em meditação assemelha-se ao iogue em meditação, mas seus métodos e objetivos são muito distintos.

Em outro nível, a questão da fonte que originou cada misticismo é acadêmica. O impulso místico está dentro de cada alma humana. Alguns princípios se expressaram em cada país, cada idioma e cada religião não porque as sociedades os extraíram umas das outras, mas porque Deus nos criou com o anseio inerente de conhecer o Divino. A busca do aprimoramento e treinamento espirituais faz parte da natureza humana.

O fato de que os conceitos e práticas do Sufismo também estão presentes no Cristianismo, Judaísmo, Hinduísmo, Budismo e em outras tradições, não implica que sejam anti-islâmicos ou anti-cristãos, anti-judaicos, anti-hindus ou anti-budistas. Esses conceitos são legitimamente aclamados por todas as fés visto que refletem a condição humana. Os que não entendem esse ponto – que insistem em estabelecer fontes externas para o Sufismo ou outras tradições espirituais – não entendem a singularidade de cada momento da descoberta humana e a unidade que permeia toda a criação.

Total
0
Shares
Voltar

Desenvolvimento Histórico

Próxima

Sufismo

Related Posts
Consulte Mais informação

Sufismo

O anseio pelo misticismo – o anseio por vivenciar uma dimensão além do mundo material, de conhecer e…
Consulte Mais informação

Desenvolvimento Histórico

Embora o Sufismo seja sempre associado à dimensão espiritual do Islã, o termo “Sufismo” não foi utilizado até…
Consulte Mais informação

Sufismo e o Futuro da Humanidade

Ao tratarmos da direção da humanidade, devemos considerar como chegamos onde estamos. Historicamente, todas as nações tiveram algum…