School of Sufi Teaching

Escola de Ensinamento Sufi

Práticas Naqshbandi, Mujaddidi, Chishti, Qadiri e Shadhili

Support the Sufi School
Sufi School is a non-profit charity involved in creating awareness about Sufism and providing authentic Sufi teachings to sincere seekers.

All the teachings are given free of cost and students are not charged for attending our weekly gatherings for teaching, mentoring, discussions and group practices.

Our activities are carried out through voluntary donations. We request you to donate generously to support our work. Any amount of donation to help us to continue this good work will be appreciated and thankfully accepted.

PayPal
Use PayPal to send a donation to the School of Sufi Teaching.

A PayPal account is not mandatory, credit cards are accepted as well.

Amazon Smile
Select the School of Sufi Teaching as your charity on Amazon.

Amazon will donate 0.5% of any purchases you make to us, without any extra cost to you.

Wire transfer
Name: School of Sufi Teaching
Account Number: 11397222
Sort Code: 40-03-16
Bank: HSBC UK
Address: 85 Lewisham High Street, Lewisham, London SE13 6BE
IBAN: GB47HBUK40031611397222
BIC: HBUKGB4140T

Lembrança de Deus (Dhikr)

Os mestres Sufi enfatizam o dhikr (lembrança de Deus) posto que ele fundamenta a crença, o conhecimento e a fé do aspirante ao focalizar sua atenção em Deus. Um dos comandos fundamentais de Deus é praticar o dhikr com a maior frequência possível até que se estabeleça a consciência contínua da Presença Divina. Deus revelou ao Profeta Moisés: “Sou Deus. Não há divindade além de Mim! Adora-Me, pois, e observa a oração, para celebrar o Meu nome” (Corão 20:14). Esse comando de dhikr estendeu-se a todas as gerações, embora suas formas variaram com o tempo e com a região.

Os Companheiros (r.a.) do Profeta Mohammed não praticavam o dhikr como uma técnica formal, posto que um olhar do Profeta (saws) era capaz de elevar a consciência da pessoa. Quando os ensinamentos islâmicos foram compilados, após a morte do Profeta, as pessoas que buscavam um estado de lembrança semelhante ao atingido pelos Companheiros encontraram no dhikr um veículo essencial. Elas apontaram o dhikr como uma prática essencial do Sufismo e começaram a identificar as formas mais eficazes de realizá-lo.

dhikr pode ser recitado Jalli (em voz alta) ou Khafi (silenciosamente no coração). Algumas ordens enfatizam a forma Jalli e outras salientam a Khafi. Ambas as formas de dhikr proporcionam os mesmos benefícios e diferem apenas na técnica. Ambas também se baseiam nas orientações do Profeta Mohammed. Algumas ordens praticam o dhikr de pé, outras se sentam em postura específica e outras em movimento. Os sheykhs introduziram essas variações para intensificar o dhikr.

Os mestres Sufi ensinam aos estudantes a purificar o coração e a alma através do dhikr. O papel do sheykh é guiar o aspirante até a lembrança original; capacitá-lo a estar contínua e espontaneamente ciente da Presença Divina na vida física, mental e emocional, na esfera externa e interna.

Recordar-se de Deus no transcurso do dia-a-dia vale muito mais do que fazer demonstrações periódicas. O dhikr não é uma cerimônia, mas sim o objetivo verdadeiro da vida. A pessoa que se lembra de Deus encontra a felicidade; a que esquece encontra somente a desolação. O esquecimento é a força petrificante que transforma a árvore em pedra. Em contraste, através do dhikr, o aspirante alcança a misericórdia de Deus e dos anjos, pureza de espírito e o adereço da alma. O progresso torna-se fácil e o aspirante se aproxima do Todo-Poderoso, visto que Deus disse: “Recordai-vos de Mim, que Eu Me recordarei de vós” (Corão 2:152).

Total
0
Shares
Voltar

Conhecimentos Adquiridos no Caminho

Próxima

Meditação (Muraqabah)

Posts relacionados
Leia mais

As Práticas

O objetivo do Sufismo é o desenvolvimento de certas qualidades nobres, como a purificação do eu, purificação do coração, regras morais, o estado de realizar o que é bonito (ihsan),  proximidade a Deus, gnose (ma’rifat), aniquilação (fana) e subsistência (baqa).…
Leia mais

Centros Sutis de Consciência (Lata’if)

Via de regra, sempre se considerou que o corpo humano contém apenas um centro sutil de consciência: a mente ou o cérebro. Porém os Sufis mais antigos, através de suas experiências espirituais, descobriram outros centros de percepção ou sentidos internos…
Leia mais

Onde outros terminam, lá marca o nosso começo

A técnica Indiraj al-nihayat fi’l-bidayat, que significa “onde outros terminam, lá marca o nosso começo”, é utilizada na ordem Naqshbandi-Mujaddidi para descrever uma sequência típica de práticas espirituais. Introduzida pelo Sheykh Baha’uddin Naqshband (r.a.) no século XIV, foi criada para ajudar a…
Leia mais

Transmissão Espiritual (Tawajjuh)

Muitos estudiosos consideram que os três contatos do Anjo Gabriel (as) durante a primeira revelação ao Profeta (saws) foram uma forma de transmissão. Podemos concluir que o conhecimento de Deus trazido por Gabriel (as) iniciou com a transmissão. O Profeta…